Teatro

"12 mulheres e 1 cadela" de Inês Pedrosa estreia hoje no Trindade

12 mulheres e 1 cadela é um espectáculo onde desfilam 41 personagens, 35 figurações e uma cadela
Foto
12 mulheres e 1 cadela é um espectáculo onde desfilam 41 personagens, 35 figurações e uma cadela DR

Uma peça para "comover, rir e pensar", é como a autora Inês Pedrosa define "12 mulheres e 1 cadela", com que se estreia no teatro e que hoje sobe pela primeira vez ao palco do Trindade, Lisboa.

A condição feminina é um dos temas com que Inês Pedrosa se estreia na dramaturgia numa peça que, como disse a autora à Lusa na divulgação da temporada do Trindade, possui "tragédia e comédia" e é um espectáculo "experimental" onde se pode ainda encontrar excertos de algumas das crónicas do livro "Contos" e do romance "Nas tuas mãos".

Com encenação de São José Lapa, cenografia de Inês Lapa Lopes, sonoplastia de Alberto Lopes e coreografia e trabalho de corpo de Victor Linhares, "12 mulheres e 1 cadela" é um espectáculo onde "desfilam" 41 personagens, 35 figurações e uma cadela.

A peça, que vai estar em cena entre hoje e sábado às 21h30 e aos domingos às 18h00 até 22 de Maio, conta com interpretações de Alexandra Freudenthal, Alexandra Leite, Ângela Pinto, Carmen Santos, Gracinda Nave, Inês Lapa Lopes, Jo Bernardo, Joana Manaças, Lucinda Loureiro, Paula Guedes, Rita Rodrigues e São José Lapa.