Próximo filme de Mel Gibson poderá ser sobre o "milagre de Fátima"

Foto
Gibson comprou direitos de autor de livro sobre Fátima e o atentado ao Papa DR

Em Julho do ano passado, Gibson visitou secretamente a irmã Lúcia (falecida a 13 de Fevereiro deste ano, até então a última sobrevivente do trio que afirmou ter assistido ao chamado "milagre de Fátima") no Convento do Carmelo, em Coimbra, para lhe mostrar o seu polémico filme, "A Paixão de Cristo". A visita só foi tornada pública meses depois da exibição comercial do filme de Gibson, porque este temia ser acusado de se servir da irmã Lúcia para promover "A Paixão de Cristo".

Gibson encontrou-se com Lúcia depois de esta ter manifestado a intenção de ver o filme. Devido à falta de meios tecnológicos no convento - que não dispunha de televisão nem de um leitor de DVD -, Gibson providenciou o equipamento necessário e trouxe uma pequena equipa da sua produtora, a Icon Productions. No final, acompanhado pela mulher, e segundo o "The Herald Sun", falou cerca de uma hora com a irmã Lúcia, através de uma grelha metálica, devido às regras restritas impostas pela Ordem das Carmelitas.

O jornal australiano não adianta pormenores sobre o próximo projecto de Gibson, mas o site britânico xt3.com, destinado à comunidade de jovens cristãos, noticia que o realizador terá comprado os direitos do romance "Stealing from Angels", de Brian Dullaghan, editado em Dezembro de 2004, cujo enredo envolve o terceiro segredo de Fátima, associado à tentativa de assassínio do Papa João Paulo II, em 1981.