Em Lisboa

Morreu Maria de Lurdes Pintasilgo

Maria de Lourdes Pintasilgo
Foto
Maria de Lourdes Pintasilgo DR

A antiga primeira-ministra de Portugal Maria de Lourdes Pintasilgo morreu hoje na sua casa, em Lisboa, vítima de paragem cardíaca, disse à Lusa fonte do movimento cristão Graal.

O corpo de Maria de Lourdes Pintasilgo ficará em câmara ardente numa capela na Basílica da Estrela a partir das 16h00.

Lourdes Pintassilgo, 74 anos, foi primeira-ministra no V Governo Constitucional, entre Agosto e Dezembro de 1979, e era licenciada em Engenharia Químico-Industrial.

Iniciou a carreira pública como Procuradora na Câmara Cooperativa em 1965, tendo aí permanecido até 1974.

Após o 25 de Abril, ocupou vários cargos governamentais, tendo sido ministra dos Assuntos Sociais nos II e III Governos Provisórios, antes de chefiar o V Governo Constitucional.

Em Julho de 1975, foi nomeada embaixadora de Portugal na UNESCO, organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, cargo que desempenhou até Junho de 1981.

Foi consultora do ex-Presidente da República Ramalho Eanes e fundou o Movimento para o Aprofundamento da Democracia em 1986.

No mesmo ano, candidatou-se à Presidência da República, tornando-se na primeira mulher em Portugal a protagonizar uma candidatura a Belém.

Nascida em 18 Janeiro de 1930, foi também a única primeira-ministra de Portugal.

Integrou várias organizações internacionais e foi eleita deputada pelo Partido Socialista ao Parlamento Europeu em 1987.

Publicou várias obras sobre o papel da Igreja na sociedade e sobre a ascensão das mulheres na vida política e pública.

Foi também através da sua acção que foi criado em Portugal o movimento cristão Graal.