Mau tempo levou ao cancelamento de alguns cortejos

Desfiles de Carnaval marcados pela chuva

Apesar da forte chuva, cerca de dez mil pessoas acorreram à Mealhada para assistir aos festejos
Foto
Apesar da forte chuva, cerca de dez mil pessoas acorreram à Mealhada para assistir aos festejos Paulo Novais/Lusa

A chuva que caiu hoje em quase todo o país não impediu que algumas localidades realizassem os habituais desfiles de Carnaval, mas em alguns casos as comissões organizadoras tiveram que cancelar ou adiar os cortejos para terça-feira.

Em Sines, a comissão de Carnaval decidiu cancelar o desfile carnavalesco que estava previsto para a tarde por causa da chuva, uma decisão tomada em conjunto com os construtores dos carros carnavalescos e com a Protecção Civil. Se o tempo permitir, Sines pode ainda festejar o Carnaval, através dos desfiles do corso nocturno previstos para amanhã e terça-feira.

A chuva marcou também o Carnaval em Torres Vedras, onde o tradicional desfile de carros alegóricos se cumpriu, apesar de o mau tempo ter afastada um grande número de visitantes.

Em Loulé, a chuva desta manhã quase estragou o maior Carnaval a sul do Tejo. Os organizadores dos festejos chegaram a admitir a hipótese de cancelar o primeiro dia de comemoração do Carnaval, mas, ao início da tarde, o sol apareceu e a festa foi para a rua.

Na Mealhada, o início do cortejo carnavalesco foi atrasado em cerca de uma hora por causa da chuva torrencial que se abateu sobre a cidade. A habitual segunda volta do cortejo foi mesmo cancelada devido ao mau tempo. Mesmo assim, cerca de dez mil pessoas acorreram à Mealhada para assistir aos festejos.

Na Figueira da Foz, a chuva condicionou o desfile do Carnaval de Buarcos que acabou por se realizar com entrada livre, resultando numa perda de receitas. A organização do evento chegou a equacionar o cancelamento do desfile cerca das 13h00, mas, com a paragem da chuva minutos depois, decidiu-se pela sua realização, embora sem cobrar o bilhete (3,5 euros) de acesso ao recinto.

Menos preocupados com o mau tempo estiveram os foliões do Carnaval de Macedo de Cavaleiros, que este ano preencheram o imaginário com a possibilidade de os tradicionais caretos transmontanos virem a desfilar num sambódromo brasileiro.

No Funchal, milhares de pessoas assistiram ontem à noite ao desfile de Carnaval, este ano com o tema "Madeira Região Europeia Animada". Vários carros alegóricos e muita cor marcaram o desfile que contou com a participação, já habitual, do presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, que apareceu disfarçado do descobridor da Madeira, João Gonçalves Zarco.