Nas grandes cidades

Brasil vai construir casas para travar crescimento das "favelas"

O Governo brasileiro prevê construir milhões de casas para controlar o crescimento dos bairros pobres mais conhecidos como "favelas" que ameaçam poluir os aquíferos e provocar a explosão demográfica descontrolada das grandes cidades.

O projecto do Governo de Luiz Inácio Lula da Silva vai destinar 200 mil milhões de reais (cerca de 55 mil milhões de euros) nos próximos 20 anos para transferir as famílias mais pobres para novas casas fora das "favelas", a maioria sem saneamento básico.

"A não ser que exista uma reforma da habitação, as pessoas não terão outra opção", comentou Erminia Maricato, secretária de Estado do Ministério das Cidades brasileiro, referindo-se ao plano que foi hoje noticiado pelo jornal "Correio Braziliense".

Os custos deverão ser partilhados entre Governo, cidades e sector privado. Nos próximos quatro anos, o projecto vai abranger onze cidades brasileiras.

Actualmente estima-se que um quarto dos habitantes das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro vivam em "favelas", ou seja, doze milhões de pessoas.