Quinze mil pessoas manifestam-se em Bilbau pela autodeterminação

"A autodeterminação é o caminho para a paz", "A palavra a Euskal Herria" (País Basco) eram as frases que se podiam ler nos cartazes erguidos pelos manifestantes que desfilaram, pacificamente, no centro de Bilbau, informou a AFP.Alguns manifestantes reclamaram a independência do País Basco e gritaram "slogans" favoráveis à "luta armada" da ETA ou à amnistia dos prisioneiros da organização.
Os eleitos de Batasuna, na frente do cortejo, lembraram um texto da ONU que afirma que "todos os povos têm o direito à livre determinação".
No final da manifestação, Arnaldo Otegi, porta-voz e principal dirigente de Batasuna, felicitou-se porque o seu movimento "conseguiu colocar a autodeterminação no debate político".
O partido Batasuna, considerado o braço político da ETA que já matou 13 pessoas desde o início do ano, recusa sistematicamente condenar os atentados da organização separatista.