Ataque terrorista aos EUA

Caixa negra do voo 93 da United Airlines revela luta entre sequestradores e passageiros

O voo 93 da United Airlines despenhou-se na Pennsylvania, perto de Pittsburgh
Foto
O voo 93 da United Airlines despenhou-se na Pennsylvania, perto de Pittsburgh David Maxwell/AFP

A caixa negra do voo 93 da United Airlines que se despenhou no dia 11 de Setembro na Pennsylvania revelou que existiu uma luta "desesperada e selvagem" entre os sequestradores e alguns passageiros, informaram fontes ligadas à investigação, citadas pela CNN.

Segundo um oficial, ouvem-se gritos, mas não há certezas sobre quem ia os comandos do avião, quando este se despenhou. Esta nova revelação vem confirmar os relatos de vários familiares das vítimas que tinham recebido chamadas telefónicas antes do avião se despenhar. Os passageiros já saberiam do atentado ao World Trade Center e estariam dispostos a impedir que o avião em que viajavam provocasse novo ataque.O director do FBI, Robert Mueller, avançou ainda que é possível ouvir vozes em inglês e em árabe. "Nós [FBI] e a NTSB (National Transportation Safety Board) estamos a transcrever, e em alguns casos traduzir, os poucos diálogos que se ouvem na fita", informou Mueller.
Apesar de não adiantar mais detalhes, Mueller admitiu que possa ter existido uma luta entre os passageiros e os sequestradores. "Eu penso... acreditamos que os passageiros nesse voo foram heróis e os seus actos durante o voo foram heróicos".
Os terroristas desviaram quatro voos comerciais a 11 de Setembro, o dia que aterrorizou os Estados Unidos. Dois desses voos chocaram contra as Twin Towers do World Trade Center e um terceiro contra o Pentágono.
O voo 93 da United Airlines, que partiu de Newark, parece que nunca terá atingido o alvo previsto pelos terroristas, uma vez que se despenhou na Pennsylvania, perto de Pittsburgh.