«The Telegraph» cita documento secreto redigido pelo partido do Presidente do Zimbabwe

Mugabe quer expulsar fazendeiros brancos antes das eleições

O partido do Presidente Mugabe pretende que os fazendeiros brancos seja perseguidos até abandonaram o país
Foto
O partido do Presidente Mugabe pretende que os fazendeiros brancos seja perseguidos até abandonaram o país DR

O Presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, pretende expulsar todos os fazendeiros brancos do país antes das eleições presidenciais a decorrer no próximo ano, avança a edição de hoje do jornal britânico "The Telegraph" com base num documento secreto.

O jornal refere uma ordem secreta por parte do partido de Mugabe, o ZANU-PF, onde são descritos os objectivos políticos da campanha contra os fazendeiros brancos. Intitulada "Renúncia e Abandono", a campanha deverá ter como objectivo “perseguir sistematicamente e torturar mentalmente os fazendeiros brancos e destabilizar as suas propriedades até que renunciem e abandonem", diz ainda o "The Telegraph", citado pela AFP.Segundo o jornal, o documento encontra-se em circulação desde Julho, pouco depois de várias violações de propriedade nas quais uma série de fazendeiros foram expulsos e as herdades levadas a cessar a sua actividade.
O documento do ZANU-PF acrescenta ainda que quem se opuser à campanha será silenciado pelo "método Pamire", numa referência a Chris Pamire, um homem de negócios e membro do partido que morreu num misterioso acidente de viação, depois de uma reunião com o Presidente Mugabe.
Também a oposição é motivo de comentário no documento. Quanto a ela, em especial o Movimento para a Mudança Democrática, deverá ser "sistematicamente infiltrada e destabilizada, e divisões e rivalidades deverão ser criadas". Para quem aderir à campanha serão oferecidas aos veteranos pró-governamentais que ajudarem a encerrar as fazendas de proprietários brancos.

Sugerir correcção