Astrónomos descobrem planetas gémeos distantes

Foto
Alguns cientistas acreditam que Plutão e Charon podem ser planetas duplos NASA

No entanto, outros peritos discordam, afirmando que os corpos são demasiado pequenos para serem classificados como planetas.Os dois corpos celestes fazem parte de um grupo com, pelo menos, 70 mil objectos, conhecido por Cintura de Kuiper, estendendo-se para além do planeta mais distante, Plutão.
Em Janeiro, os astrónomos tentaram encontrar um objecto específico entre este grupo de corpos celestes. Esse corpo, designado 1998 WW 31, foi avistado pela primeira vez há alguns anos, informou a BBC Online.
No entanto, quando Christian Veillet e os seus colegas do Canadá, França e Havai olharam para as imagens do objecto, este pareceu-lhes duplo.
Outras observações posteriores confirmaram dois objectos gémeos.
Segundo os astrónomos, existem semelhanças entre a aparência do par e a de Plutão e a sua lua maior, Charon.
Alguns investigadores acreditam que Plutão é muito pequeno e pouco usual para ser um planeta verdadeiro. De acordo com esses peritos, Plutão e Charon deveriam ser considerados como os maiores objectos da Cintura de Kuiper e o primeiro exemplo conhecido de planetas duplos. Este novo par pode ser o segundo exemplo conhecido.