Sete antas e um cromeleque num raio de um quilómetro

"Foi uma jornada inesquecível", resume o arqueólogo Manuel Calado recordando a tarde de Janeiro em que, no espaço de apenas uma hora, descobriu sete antas, um menir isolado e um cromeleque, o mais importante encontrado até à data no concelho de Montemor-o-Novo. Os achados encontram-se espalhados num raio de um quilómetro, a cerca de 500 metros da estrada entre o Escoural e S. Cristóvão, e situam-se numa linha de cumeada entre os montes do Tojal e da Quinta do Gato.