Iordanov quer terminar carreira no Sporting

Manter a equipa a bom nível desde o início da época e intrometer-se entre os eternos dominadores do futebol português é o objectivo do Boavista de Jaime Pacheco para a nova época. Para isso, "obriga" a equipa a trabalhar de sol a sol e pede ajuda a Deus para lhe dar justiça e inteligência para escolher sempre os melhores.

Iordanov já regressou às Caldas da Rainha, onde o Sporting se encontra em estágio, e o plantel está finalmente completo. O búlgaro chegou na noite de domingo, ontem já se treinou e foi mesmo um dos escolhidos para a conferência de imprensa diária, onde aproveitou para anunciar que pretende terminar a sua carreira no clube de Alvalade. Entretanto, no treino da manhã, o guarda-redes Nélson lesionou-se, mas sem gravidade, segundo o departamento clínico dos "leões". Ainda ontem foram divulgados os números das camisolas dos jogadores para a nova época."Quero terminar a minha carreira no Sporting e pretendo continuar ligado ao clube, se precisarem de mim", revelou ontem Iordanov. O avançado, que cumpre este ano a nona época em Alvalade, ainda não sabe ao certo quando vai arrumar as chuteiras, mas promete continuar a jogar enquanto se sentir bem: "Se puder jogar mais tempo jogo, mas posso ter de parar amanhã." O jogador búlgaro espera ainda atingir esta época o "momento mais alto" da sua carreira sendo campeão pelo Sporting.Iordanov referiu sentir-se orgulhoso pela "confiança" depositada em si pelos seus companheiros, que voltaram a nomeá-lo capitão de equipa. Em relação ao novo treinador, o futebolista disse ainda ser cedo para uma avaliação, mas foi adiantando que, na sua opinião, Giuseppe Materazzi está a fazer um bom trabalho. Quanto à possibilidade de começar a época no banco, devido à chegada de Ayew e à boa forma de Edmilson, o jogador não se mostra preocupado: "Vou trabalhar para ser uma opção." O melhor marcador dos "leões" na pretérita temporada anunciou ainda que, caso o treinador entenda, está disponível para jogar "noutra posição" que não seja a frente de ataque.Nuno Santos foi outro dos participantes na conferência de imprensa da tarde. O jovem guarda-redes afirmou que para si é um "estímulo muito grande" trabalhar com Peter Schmeichel - "um 'gentelman'", disse - devido à grande experiência do dinamarquês. O jogador confessou ainda que o ex-guardião do Manchester é um dos seus ídolos, a par de Vítor Baía. No treino da manhã, o plantel "leonino" esteve perto de duas horas no Campo da Mata, onde efectuou vários exercícios físicos e tácticos, com bola. Nesta primeira sessão, Nélson lesionou-se, quando ainda fazia treino específico com Silvano de Lucia, treinador de guarda-redes. O jogador esteve deitado no relvado durante alguns minutos e acabou por abandonar os trabalhos. Segundo o departamento clínico do Sporting, o futebolista fez uma torção na zona da coluna, mas sem gravidade. O guarda-redes, contudo, não participou no treino da tarde. Ausentes das duas sessões de treino estiveram ainda Bino e Santamaria, que se encontram a recuperar de lesões.Nas últimas sessões de treino, embora seja ainda cedo para conclusões definitivas, começa a ser óbvio que o treinador italiano do Sporting já tem idealizada a equipa titular. Com alguma regularidade, Materazzi tem apostado num "onze" que pode perfeitamente ser aquele que vai iniciar o campeonato: Schmeichel; Saber, Beto, Quiroga e Vinicius; Delfim, Toñito, Duscher e Pedro Barbosa; Ayew e Edmilson.No treino vespertino, o novo técnico "leonino", para alegria dos perto de dois mil espectadores presentes, realizou uma espécie de "torneio triangular" em metade do campo. Materazzi dividiu o plantel em três grupos de "sete", com Schmeichel e Nuno Santos nas duas balizas. Jogaram todos contra todos, e o grupo que ficava de fora fazia exercícios físicos. Este conjunto de "peladinhas", de 20 minutos cada, possibilitou a marcação de muitos golos, com Edmilson e Kmet a conseguirem "hat-trick". No caso do brasileiro o feito atinge maior significado, pois bateu por três vezes Peter Schmeichel. Bisaram ainda Iordanov, Hanuch, Beto e Rui Jorge. O plantel "leonino" vai folgar amanhã pela primeira vez durante este estágio.