The Daily, o jornal lançado só para o iPad, fecha as portas este mês

O grupo de Rupert Murdoch reconhece que o modelo de negócio não era sustentável a longo prazo.

A primeira edição do The Daily, apresentada em Fevereiro de 2011 Stan Honda/AFP

A redacção do The Daily, a publicação lançada em Fevereiro de 2011 exclusivamente para o iPad, vai ser encerrada no próximo dia 15.

A confirmação daquilo que já se suspeitava desde o Verão surge na parte final de um comunicado de 25 parágrafos, publicado esta segunda-feira no site da News Corporation, onde o grupo de media detalha a separação da sua área de negócio em duas empresas – a News Corporation (publicações) e o Fox Group (media e entretenimento).

"Desde o seu lançamento, o The Daily foi uma experiência ousada na publicação digital e um maravilhoso veículo de inovação. Infelizmente, a nossa experiência mostrou-nos que não conseguimos encontrar uma audiência suficientemente grande num curto espaço de tempo, para nos convencermos de que este modelo de negócio seria sustentável a longo prazo", argumenta o magnata dos media Rupert Murdoch, citado no comunicado.

O patrão de um dos maiores grupos de media do mundo anunciou que o fundador e director do The Daily e director executivo do New York Post, Jesse Angelo, vai administrar o tablóide nova-iorquino, para onde serão transferidas "a tecnologia e outras mais-valias do The Daily, incluindo algum do pessoal". Em Julho passado, foram despedidos 50 dos 170 trabalhadores do jornal.

Numa nota interna enviada aos trabalhadores do The Daily, citada pelo site do jornal norte-americano Politico, o ainda director Jesse Angelo e o administrador Greg Clayman salientam "o notável e original jornalismo, o excelente design e a interactividade personalizada", mas dizem que nada disto foi suficiente para que o modelo de negócio funcionasse.

Apenas duas semanas antes do anúncio dos despedimentos, no final de Julho, o director do The Daily negara que Rupert Murdoch tinha posto a publicação debaixo de olho e que iria despedir trabalhadores. Num texto publicado no site do The Daily, no dia 13 de Julho, Jesse Angelo foi taxativo: "Quanto aos mais recentes falsos e mal informados rumores sobre a nossa morte iminente, peço-vos que os ignorem. (...) Temos mais de 100.000 subscritores pagantes, que têm renovado as suas subscrições a uma taxa de 98%, e anunciantes fantásticos, que adoram a nossa marca e estão sempre a regressar porque obtêm resultados. Prestem atenção a estes e não aos que só dizem mal."

O The Daily foi revelado ao mundo com pompa e circunstância no dia 2 de Fevereiro de 2011, no Museu Guggenheim de Nova Iorque. O patrão da News Corporation, Ruper Murdoch, afirmou na ocasião que a publicação iria tornar-se "numa fonte indispensável de notícias, informação e entretenimento".

O The Daily foi desenvolvido em conjunto com a Apple, já que a ideia inicial foi disponibilizá-lo exclusivamente no iPad – actualmente, pode ser lido no iPad, no iPhone e nos tablets com sistema operativo Android Samsung Galaxy Tab 10.1 e Kindle Fire, com preços que vão desde os 99 cêntimos de dólar por semana (iPhone) aos 39,99 dólares por ano (iPad, iPhone e tablets Android).

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.