Seedrs consegue 2,5 milhões na sua própria plataforma de investimento

Empresa disponibiliza um serviço para que qualquer pessoa possa financiar start-ups. Funciona em Londres e Lisboa.

Menção honrosa: a Seedrs, co-fundada por um português, abriu as portas à Europa Nuno Ferreira Santos

A Seedrs, uma empresa que permite investir online em start-ups e que tem escritórios em Lisboa e Londres, conseguiu 2,5 milhões de euros de investidores, numa ronda de investimento feita através da sua própria plataforma, anunciou a companhia nesta sexta-feira.

O financiamento ultrapassou os objectivos traçados inicialmente pela Seedrs, que pretendia obter um montante a rondar os 900 mil euros, a troco de 12,66% da empresa. O interesse de cerca 850 investidores acabou por significar 2,5 milhões de euros de investimento, correspondentes a uma participação de aproximadamente 30%.

Apesar de o financiamento ter sido obtido através do próprio site, os responsáveis pela empresa tiveram negociações prévias com investidores profissionais. Vinte e cinco dos investidores que participaram nesta ronda já tinham tido conversas com a Seedrs. No total, investiram 750 mil euros.

A Seedrs foi fundada pelo americano Jeff Lynn, director executivo, e pelo português Carlos Silva, presidente e director de operações. Com sede em Londres, define-se como uma empresa luso-britânica. No final do mês passado, passou a aceitar investimento de utilizadores em toda a Europa, depois de ter funcionado durante 16 meses apenas no Reino Unido.

A ideia é abrir a investidores não profissionais a oportunidade de financiarem empresas num estádio inicial do projecto, na esperança de que aquelas sejam bem-sucedidas e assim colher dividendos. A Seedrs cobra às empresas uma comissão sobre o capital angariado na plataforma.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.