E o que os portugueses mais perguntaram ao Google foi...

O Google Zeitgeist compila anualmente as buscas que os algoritmos definem como as mais marcantes do ano.

Euro 2012 foi a pesquisa mais popular Karen Blier/AFP

“Como emagrecer?” e “Como perder a barriga?” foram as duas perguntas começadas por “como” que mais marcaram o ano de 2012 em Portugal, de acordo com informação compilada pelo Google com base nas buscas dos utilizadores.

As duas questões constam do Google Zeitgeist, um conjunto de listas de pesquisas que os responsáveis do Google publicam anualmente, com dados para os vários países sobre o que os algoritmos definem como as buscas mais relevantes (por exemplo, por terem tido um crescimento mais rápido; não são necessariamente as pesquisas mais frequentes).

Para além das preocupações com a linha, a terceira pergunta na mente dos utilizadores em Portugal foi “Como ganhar dinheiro?”. Também questionaram o popular motor de busca sobre como fazer arroz, crepes e panquecas e sobre como engordar (entre as comidas mais pesquisadas, quase todas são doces, com as duas excepções a serem petiscos e sopa). Quiseram ainda saber como desbloquear telemóveis e recorreram aos algoritmos do motor de busca para tentar aprender a beijar.  Em 10.º lugar, surge a pergunta: "Como jogar póquer?”

Sem surpresas, o Euro 2012, que encabeça a lista das pesquisas mais populares, foi também objecto de mais atenção do que os Jogos Olímpicos (que surgem em nono). O programa televisivo "Casa dos Segredos" e o Pingo Doce completam o pódio da categoria.

O primeiro-ministro foi apenas o quarto político que mais procuras motivou, atrás do líder das buscas Cavaco Silva e ainda de Miguel Relvas e Vítor Gaspar.

No caso dos destinos turísticos, as preferências são claramente lusófonas, mas nem todas cá dentro: Madeira, Cabo Verde, Algarve, Brasil e Açores. A segunda metade da tabela indica que os portugueses não se quiseram aventurar para longe: Paris, Zurique, Disneyland, Londres e Madrid.
 
 
 
 

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues