Foram ultrapassados mais de dois períodos de incubação sem novos casos. Contudo, é mantido o nível de “alerta elevado”, tendo em conta que continuam a existir surtos de sarampo na Europa.

  • Foram ultrapassados mais de dois períodos de incubação sem novos casos. Contudo, é mantido o nível de “alerta elevado”, tendo em conta que continuam a existir surtos de sarampo na Europa.

  • Região de Lisboa regista o maior número de casos. Do total nacional, metade ocorreu em pessoas que não estavam vacinadas contra a doença.

  • Confederação Nacional das Associações de Pais reage a medidas que o ministro da Saúde avançou em entrevista ao PÚBLICO.

  • Os dados são de 2016. A Direcção-geral da Saúde alerta, contudo, para assimetrias regionais.

  • Nesta fase de comunicação de crise vimos reativarem-se muitos dos mecanismos que não permitem uma atuação adequada a nível de política pública, e podem afetar o direito à informação e a tomada racional de decisões.

  • Novo balanço da DGS: foram confirmados 28 casos de sarampo até à data, 20 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo.