• Embaixador no centro da teia das ligações à campanha presidencial de Trump regressa a Moscovo quando filho e genro de Trump começam a ser ouvidos.

  • A Polónia aprovou uma medida que põe em causa a independência dos tribunais e a preservação da liberdade cívica, confirmando a deriva populista de Varsóvia.

  • Donald Trump Jr. e Jared Kushner vão ser ouvidos pelas comissões que investigam a interferência russa nas eleições e as possíveis ligações com a campanha do actual Presidente dos EUA.

  • Durante o jantar de gala da cimeira do G20, há quase duas semanas, o Presidente dos EUA levantou-se da sua mesa e foi sentar-se ao lado do Presidente russo. Ninguém sabe o que disseram, a não ser o tradutor de Vladimir Putin.

  • Depois de se terem reunido durante mais de duas horas à margem da cimeira, os líderes dos EUA e da Rússia falaram em privado durante um jantar com os líderes mundiais.

  • Boris Nemtsov foi morto a tiro em Fevereiro de 2015, a pouca distância do Kremlin.

  • Em entrevista à Reuters, Donald Trump garante que não sabia que o filho se tinha encontrado com uma advogada russa com ligações ao Kremlin e insiste que gastou mais de 20 minutos do encontro com Putin a falar sobre as eventuais interferências de Moscovo nas eleições norte-americanas.