Redes sociais

Todos os tópicos

Não é a primeira vez que a histeria securitária empola os factos em relação a situações que envolvem aglomeração de população. Já em 2005, foi “criada” pela comunicação social uma versão portuguesa de um “arrastão” na praia de Carcavelos, na ânsia de catalogar e “encaixar” a acção de um grupo no que são os novos comportamentos de massas e o que é a nova tipologia de crime.

  • Não é a primeira vez que a histeria securitária empola os factos em relação a situações que envolvem aglomeração de população. Já em 2005, foi “criada” pela comunicação social uma versão portuguesa de um “arrastão” na praia de Carcavelos, na ânsia de catalogar e “encaixar” a acção de um grupo no que são os novos comportamentos de massas e o que é a nova tipologia de crime.

  • Houve polícias feridos, jovens detidos, um menor atacado com uma chave-de-fendas. Breve cronologia dos acontecimentos no Parque das Nações, em Lisboa.

  • Uma das jovens que foram na quarta-feira ao meet junto ao Centro Comercial Vasco da Gama - e que prefere não ser identificada pelo nome –, explicou ao PÚBLICO que “antes da polícia chegar estava tudo bem”. Por chat no Facebook, diz: “Mas depois apanhei cacetada. Sou branca, não fiz nada, estava sentada.”

  • James Foley foi raptado na Síria em finais de 2012. Extremistas dizem que o executaram em resposta à intervenção dos EUA no Iraque e ameaçam fazer o mesmo a um outro jornalista norte-americano.