Sondagem

Vantagem do PSD diminuiu no barómetro da TSF/DE

Sondagem da TSF/DE nostra diminuição da vantagem de Passos Coelho face a Sócrates D.R.

Os social-democratas continuam a liderar as intenções de voto no Barómetro TSF/Diário Económico de Julho, mas perderam 10,4 pontos percentuais.

Em Junho, o PSD recebia 47,7 por cento dos votos. Em Julho fica-se pelos 37,3 por cento. Esta é a primeira descida do PSD desde que Pedro Passos Coelho chegou à liderança do partido.

Em sentido contrário surge o PS: o partido do Governo tem agora 33,3 por cento das intenções de voto, enquanto que há um mês ficava-se pelos 24,1 por cento.

A sondagem foi feita pouco depois de se conhecerem as propostas de Passos Coelho para rever a Constituição da República Portuguesa.

Apesar da descida acentuada, o PSD continua a liderar as intenções de voto, com mais quatro pontos percentuais do que o PS.

Nos outros partidos, o Bloco de Esquerda continua em terceiro lugar, com 8,5 por cento, mas perde 0,4 pontos percentuais. O CDS-PP sobe 0,6 e tem agora 7,5 por cento. A subir está também o PCP, com 6,8 por cento das intenções de voto (mais 0,8 do que em Junho).

A amostra do barómetro da TSF/DE é formada por 802 pessoas, 380 homens e 422 mulheres, que foram inquiridas, por telefone, entre os passados dias 20 e 26, através de 35 entrevistadores da Marktest. O intervalo de confiança da sondagem é de 95 por cento.



Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.