Paulo Portas

Todos os tópicos

  • A segunda edição da Escola de Quadros decorre entre quinta-feira e domingo, com 120 alunos inscritos.

  • Catarina Martins diz que, sem maquilhagem do Governo, os números mostram 389 mil empregos destruídos desde 2011. No encerramento da Universidade de Verão do BE, António Chora foi apresentado como mandatário nacional da campanha do partido.

  • O debate entre Jerónimo e Catarina Martins inaugura na terça-feira os duelos para as legislativas, e se é certo que nenhum ultrapassará as três horas e quarenta do confronto Soares/Cunhal, admite-se que o confronto Costa/Passos pode exceder o recorde de audiências do embate Passos/Sócrates.

  • Presidente da República apelou de novo ao diálogo entre partidos, mas já não fez finca-pé num governo maioritário.

  • Tudo tem um princípio, um meio e um fim. Esta é a última crónica sobre a execução orçamental. Estivemos neste espaço, mensalmente durante cerca de quatro anos e meio, com três ministros das finanças, cinco orçamentos de estado normais (2011-a 2015), fora os retificativos, e dois governos constitucionais: o de José Sócrates e o de Passos Coelho. O objetivo inicial era o de elevar a um patamar superior o conhecimento e o debate público sobre as questões orçamentais e combater uma tendência endémica de certos candidatos a primeiro ministro de manipularem os números em período pré-eleitoral, bem como as promessas. Será que progredimos alguma coisa neste período: na sustentabilidade das finanças públicas; na transparência e no rigor orçamental em geral; na manipulação pré-eleitoral dos números?

  • Visita ao Alqueva de Paulo Portas, Assunção Cristas e cabeça de lista da coligação por Beja criticada pela oposição.