Futebol internacional

Tito Vilanova será o novo treinador do Barcelona

Guardiola sai, Vilanova sobe ao posto de treinador principal Foto: DR

No mesmo dia em que foi oficializada a saída de Pep Guardiola, ficou a conhecer-se o seu sucessor: será o adjunto Tito Vilanova.

A decisão foi anunciada pelo presidente Sandro Rosell, logo após Pep Guardiola admitir que não vai continuar no clube.

O director desportivo do Barcelona, Andoni Zubizarreta, falou depois sobre a escolha de Vilanova para o cargo de treinador dos “blaugrana”: disse que partiu de uma sugestão de Guardiola e reiterou que o até aqui adjunto dá todas as garantias de manter o estilo do clube.

“Vamos estar ao lado dele, para o ajudar. Com a mesma confiança e empenho que tivemos com o Pep”, frisou Zubizarreta.

“Acho que o clube acertou. É uma pessoa com capacidade, os jogadores conhecem-no, conhecem o perfil dele. Eu dava voz às ideias conjuntas dele e minhas. Dará a estes jogadores e clube o que eu sinto que não podia dar”, apontou Pep Guardiola, que espera “o melhor” do até aqui seu adjunto.

Questionado sobre o cansaço que sente e a possibilidade de Tito Vilanova também o sentir, Guardiola disse que não tem necessariamente de ser assim. “O facto de eu me sentir um pouco vazio não significa que os outros também estejam. O secretário-técnico, o director desportivo optaram por Tito e ele disse que aceitava o desafio”.

Tito Vilanova chega a treinador principal aos 42 anos. Começou a jogar futebol no Barcelona, tendo tido uma carreira discreta. Como técnico, foi o fiel companheiro de Guardiola no Barcelona B e depois na equipa principal, que conquistou 13 troféus nas últimas quatro temporadas.

No final de 2011 esteve algum tempo afastado do trabalho por ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica de urgência à glândula parótida.

Antes, em Agosto do mesmo ano, esteve envolvido num incidente com José Mourinho, durante o encontro entre o Barcelona e o Real Madrid da segunda mão da Supertaça espanhola. Num momento em que a partida estava interrompida e o árbitro David Fernández Borbalán tentava colocar um ponto final aos desentendimentos entre os jogadores do Real Madrid e do Barcelona, José Mourinho aproximou-se da confusão e meteu o dedo no olho direito de Tito Vilanova.

O treinador adjunto do Barcelona afastou o técnico português com um empurrão e os incidentes pareceram ter ficado por ali. Mais tarde, na conferência de imprensa, Mourinho foi questionado sobre o sucedido e respondeu em tom irónico: “O que aconteceu com o ‘Pito’ Vilanova, ou lá como ele se chama? Não tenho nada a comentar. Sou uma pessoa educada”

Notícia actualizada às 13h46

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues