Internacional

Manuel José deixa Al-Ahly no próximo ano

O treinador português quer fechar o capítulo do Egipto Issei Kato/Reuters

O técnico português não vai renovar o contrato que o liga à formação egípcia. O futuro de Manuel José não passará por qualquer outro clube do Egipto nem pela selecção do país.

“Depois de acabar o meu contrato, em 2010, deixo clube e o Egipto. Não vou treinar nenhum outro clube ou a selecção, apesar de já ter sido sondado”, afirmou o treinador. “O Egipto deu-me muito, vivi aqui os melhores tempos da minha vida e sinto-me realmente egípcio. Aqui estou entre os meus”, sublinhou.

Com esta decisão Manuel José coloca um ponto final a uma ligação de nove anos ao clube egípcio, com uma breve interrupção em 2002/2003 para treinar o Belenenses. O técnico de 63 anos mudou-se para o Egipto em 2001, depois de ter sido substituído por José Mourinho na União de Leiria.

Manuel José não adianta grandes detalhes sobre o futuro que vai dar à sua carreira. “Volto para Portugal para descansar um pouco. Depois, muito provavelmente prosseguirei pelo estrangeiro”, concluiu.

O técnico algarvio alcançou o estatuto de um verdadeiro ídolo no Egipto com os títulos conquistados pelo Al-Ahly. Entre campeonatos nacionais, taças, supertaças e ligas dos campeões africanos, Manuel José deu 18 títulos ao clube e foi condecorado em 2006 pelo presidente egípcio com a medalha do Desporto. Em 2008 foi também distinguido como comendador da Ordem de Mérito pelo Presidente da República.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues