Já durante o prolongamento

Final da Taça de Portugal: Sporting vence Porto por 2-0 e ganha troféu

Romagnoli, depois de uma jogada com Izmailov, marcou golo mas estava alegadamente fora de jogo Mário Cruz (arquivo)

O Sporting derrotou hoje o Porto na final da Taça de Portugal e sagrou-se campeão com dois golos marcados já durante o período de prolongamento. O avançado brasileiro Tiuí bisou, com um primeiro golo aos 110 minutos e um segundo sete minutos mais tarde, com um pontapé de bicicleta.

Os leões conquistaram, assim, o prémio pela segunda vez consecutiva, ao vencer o FC Porto por 2-0, depois de um empate sem golos no tempo regulamentar. Os "leões" garantiram assim o segundo troféu da época, depois de terem conquistado a Supertaça Cândido de Oliveira, também frente ao FC Porto, e perdido a Taça da Liga, para o Vitória do Setúbal.

O encontro foi decidido na segunda parte do prolongamento com dois golos do avançado brasileiro Rodrigo Tiuí, aos 110 e 117 minutos, numa altura em que o FC Porto jogava em inferioridade numérica, após expulsão de João Paulo (71).

Depois de no ano passado ter derrotado na final do Jamor o Belenenses, por 1-0, o Sporting garantiu hoje a 15ª Taça de Portugal do seu historial, a segunda conquistada sob o comando técnico de Paulo Bento.

O FC Porto, tricampeão nacional, falhou assim a conquista da sexta "dobradinha" do seu historial, feito que conseguiu pela última vez em 2005/2006 sob o comando técnico do holandês Co Adriaanse.

Os 90 minutos de jogo não foram suficientes para nenhuma das duas equipas finalistas da Taça de Portugal marcasse golo. O encontro chegou ao intervalo empatado a zero. Os leões criaram mais perigo, tendo Romagnoli, depois de uma jogada com Izmailov, chegado mesmo a marcar, mas o lance foi anulado por alegado fora de jogo do camisola 30.

Aos 70 minutos o árbitro Olegário Benquerença mostrou cartão vermelho a João Paulo, do FC Porto, por uma entrada a pés juntos sobre João Moutinho, tendo a equipa passado a jogar apenas com dez membros.

O encontro contou com a presença do Presidente da República, Cavaco Silva, assim como dos ministros da Presidência, Pedro Silva Pereira, da Economia, Manuel Pinho, dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, e do secretário de Estado da Juventude e Desporto, Laurentino Dias.

Equipas

Sporting: Rui Patrício, Abel (Tiuí, 91) Tonel, Polga, Grimi, Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Pereirinha, 76), Romagnoli, Derlei (Gladstone, 116) e Yannick Djaló. (Suplentes: Tiago, Ronny, Gladstone, Farnerud, Pereirinha, Vukcevic e Tiuí).

FC Porto: Nuno, Fucile, Pedro Emanuel, Bruno Alves, João Paulo, Paulo Assunção (Tarik Sekitoui, 112), Raul Meireles (Kazmierczak, 104), Lucho Gonzalez, Mariano (Lino, 79), Ricardo Quaresma e Lisandro Lopez. (Suplentes: Ventura, Lino, Stepanov, Bolatti, Kazmierczak, Tarik Sekitoui e Farias).

Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Paulo Assunção (36), Abel (54), Raul Meireles (96), Derlei (101), Lucho Gonzalez (112). Vermelho directo para João Paulo (71).

Assistência: 37.600 espectadores.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.