Futebol

Brasil tem como recorde 45 jogos consecutivos sem perder, segundo a CBF

O Brasil tem como recorde mundial 45 jogos consecutivos sem perder e não os 35 igualados sábado pela Espanha, de acordo, entre outros, com os registos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Para o organismo que superintende o futebol "canarinho", o jogo em que, alegadamente, fecha em 35 embates a invencibilidade da selecção pentacampeã mundial, a 21 de Janeiro de 1996, com o México (0-2), foi jogada pela formação olímpica.

Nos registos da CBF, investigados pela Agência Lusa, o embate com os mexicanos e outros três, da CONCACAF Gold Cup (12 a 21 de Janeiro de 1996), não entram nos números da formação principal, pelo que a série de jogos sem perder prolonga-se até 1997.

Excluindo estes quatro embates e incluindo um particular de 27 de Setembro de 1995 com a Roménia (2-2 em Belo Horizonte), que também não é consensual, já que a federação romena alega ter actuado com a equipa B, o Brasil soma 45 jogos seguidos sem perder.

Dando por válidos os números da CBF, o Brasil não parou de somar entre 16 de Dezembro de 1993 (1-0 no México, em Guadalajara) e 30 de Abril de 1997 (4-0 também ao México, em Miami).

Assim, e depois de um desaire por 2-1 em Colónia, frente à Alemanha, num particular (17 de Novembro de 1993), o Brasil "pontuou" em 45 jogos de "rajada": o ponto final aconteceu a 30 de Maio de 1997, em Oslo, onde a Noruega venceu por 4-2.

Um golo de Peter Rudi, dois de Tore André Flo e um de Egil Ostenstad selaram a vitória da Noruega, a única equipa que jamais perdeu com o Brasil (duas vitórias e dois empates), enquanto Djalminha e Romário apontaram os insuficientes tentos dos então campeão mundiais em título.

Este será, assim, um jogo histórico, de acordo com a CBF, mas também de outras publicações, entre as quais o "Almanack of World Football 2007", uma publicação oficial licenciada pela FIFA.

Na página 247, dedicada ao Brasil, o recorde de invencibilidade da selecção "canarinha" surge com 45 jogos e entre 1993 e 1997.

O livro "Selecção Brasileira 1914-2006", editado pela CBF, também ignora os quatro jogos da CONCACAF Gold Cup de 1996 como tendo sido disputados pela principal selecção brasileira.

Para o "European Football Yearbook 97/98", também foi a Noruega que acabou com o recorde dos brasileiros, como se pode ler na página 721, dedicada aos nórdicos.

"(...) brilhante triunfo por 4-2 contra o Brasil, que sofreu a primeira derrota em três anos como detentor do título Mundial (conquistado nos Estados Unidos, em 1994)", escreve a referida publicação.

No dia do embate com a Noruega as agências internacionais relatam que o detentor do título Mundial Brasil sofreu a "primeira derrota em mais de três anos e meio".

Caso prevaleça esta versão, a Espanha não poderá quarta-feira, nas meias-finais da Taça das Confederações, bater o recorde de jogos consecutivos sem perder do Brasil, face aos "canarinhos", à Itália ou ao Egipto, embora os espanhóis prometam... muito mais jogos sem perder.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues