Contratação

António Carraça é o novo director do futebol do Benfica

António Carraça DR

António Carraça regressou ao Benfica, três anos depois de ter saído. O ex-gestor do futebol de formação “encarnado” já iniciou funções como director do futebol profissional, confirmou o PÚBLICO.

Carraça, de 53 anos, vai ter como missão acompanhar directamente a equipa de futebol, fazendo a ligação entre a direcção, a equipa técnica, o departamento médico e os futebolistas. Será também uma espécie de confidente dos jogadores. O novo dirigente assumirá, assim, parte das funções que cabiam a Rui Costa, que agora deixará de estar tanto com a equipa no dia-a-dia e estará mais próximo do presidente Luís Filipe Vieira, nomeadamente nas contratações.

Esta reorganização da estrutura do futebol profissional do Benfica deve-se às lacunas detectadas na época passada e, salientou ao PÚBLICO uma fonte do clube, não significam uma “despromoção de Rui Costa”. Luís Filipe Vieira, aliás, já tinha dito em Maio que o ex-futebolista poderia fazer “um trabalho muito mais válido do que neste momento está a fazer”, negando qualquer divergência com Rui Costa, numa altura em que se especulou muito sobre a tentativa de o presidente esvaziar os poderes deste administrador da SAD e forçá-lo a sair.

Ex-presidente do Sindicato de Jogadores, António Carraça regressa a um clube em que trabalhou entre Maio de 2004 e Maio de 2008 como gestor do futebol de formação. Desta vez, no entanto, não terá qualquer relação com o futebol jovem, concentrando-se na equipa principal.

Carraça deixou o clube, precisamente na altura em que Rui Costa assumiu funções de administrador da SAD. “A saída foi pacífica e teve a ver com a entrada de novas pessoas, com novos projectos”, disse então Carraça à Lusa. Em 2009, numa entrevista ao site Academia de Talentos, o ex-gestor do futebol de formação apontou como razões para a sua saída o facto de Vieira ter feito duas contratações contra a sua vontade: a de João Alves para treinador dos juniores e de Rui Águas para a prospecção.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues