Dois poemas de António Ramos Rosa

Jaime Rocha, poeta e amigo de António Ramos Rosa, diz dois poemas do poeta e ensaísta que morreu aos 88 anos em Lisboa: Poema 31, do livro "O incêndio dos aspectos" e Poema 27, do livro "O ciclo do cavalo".

Artigos relacionados

  • Foi um poeta para o qual escrever implicou não apenas uma estética, mas uma ética, assim como um modo de fazer da poesia a sua única morada

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.