Culturas que se cruzam e que fazem nascer artes

O comércio que os portugueses estabeleceram com o Oriente desde o século XVI permitiu a abertura a novos horizontes culturais. Na exposição permanente do Museu Fundação Oriente, sobre a presença portuguesa na Ásia, “estão expostos objectos dos séculos XVII e XVIII de Macau, da Índia, do Japão, com especial destaque para as porcelanas brasonadas da Companhia das Índias e para os biombos chineses e japoneses”, como conta Manuela d’Oliveira Martins, directora do Museu Fundação Oriente, acrescentando que a arte indo-portuguesa e a arte namban nasceram do “intercâmbio artístico” nesta época. 

Veja mais vídeos PÚBLICO 360º.

Comentários

Comentar

Caracteres restantes: