Cristina anda a fazer um inventário dos doces de Portugal

Cristina Ferreira de Castro sempre leu o PÚBLICO, mas não seguia a página de Facebook do jornal. Fez o like número 1.000.000 e chegámos até ela. Descobrimos que nasceu numa aldeia, mas sempre sonhou viver numa grande cidade. Que estudou design, mas que se chegou a imaginar-se chef de cozinha. E que decidiu abandonar o trabalho como designer para se dedicar a descobrir (e provar) toda a doçaria portuguesa.

Leia a história: Cristina, uma história (doce) num milhão

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.