A alimentação ensinada em modo “brincadeira”

Logo à entrada da exposição “Bom Apetite! A Ciência Está na Mesa” há um modelo do sistema digestivo humano, que começa no cérebro e acaba na sanita. É verdade. E adivinhem qual é a parte de que as crianças mais gostam?

“Bom Apetite! A Ciência Está na Mesa”, no Pavilhão do Conhecimento, quer pôr os mais pequenos a pensar sobre a alimentação. Não copia a “lengalenga” habitual sobre alimentação, aquela que nos diz que temos de comer só coisas saudáveis; prefere antes mostrar, através de actividades interactivas, que é necessário um equilíbrio entre aquilo que sabe bem e o que faz bem.

Tenta também incutir o espírito crítico no momento de fazer as escolhas “certas” e no momento da compra, tendo em conta, por exemplo, o preço e a informação nutricional. Os visitantes vão poder desmistificar ideias como a de que é o número de calorias que importa, e ainda perceber que nem todos comemos da mesma forma. A exposição ensina que a comida faz parte da identidade cultural de cada um e que cada refeição deve ser um momento de partilha.

Veja mais vídeos PÚBLICO 360º.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.