Os números de Marcelo

Nos primeiros 365 dias de mandato, o Presidente da República teve raros momentos sem agenda. É consensual que foi um chefe de Estado próximo e hiperactivo. Passou por 54 dos 308 concelhos portugueses e fez 21 viagens para o estrangeiro. Os quatro anos que faltam, diz, “vão ser extenuantes”. 

 

21

Viagens ao estrangeiro

8

Viagens ao estrangeiro previstas até ao Verão

11

Chefes de Estado recebidos em Belém

54

Concelhos visitados

8

Reuniões do Conselho de Estado e do Conselho Superior de Defesa Nacional

28

Audiências oficiais a partidos políticos com representação parlamentar

2

Vetos

53

Comunicações via site da presidência

150

Diplomas promulgados

6

Indultos

148

Condecorações atribuídas

21

Milhares de cartas recebidas (até 31 de Jan.)

261

Pedidos de audiência concedidos

196

Convites aceites

128

Altos patrocínios concedidos

50

Dias sem agenda

2

Milhares de notícias nos noticiários principais dos canais RTP1, RTP2, SIC e TVI no ano de 2016

90

Horas dedicadas nos noticiários principais dos canais RTP1, RTP2, SIC e TVI no ano de 2016

56,9

Popularidade no barómetro da Eurosondagem (Janeiro de 2017)

1

Entrevistas dadas a meios de comunicação nacionais

244

Pessoas que trabalham na Presidência da República (incluindo secretaria-geral)

82

Pessoas que integram a Casa Civil e Militar

42

Viaturas afectas à presidência

15,5

Custo total do financiamento da Presidência em milhões de euros

17,5

Orçamento da Presidência em milhões de euros

Fonte: Público

Artigos relacionados

Comentários

Comentar

Caracteres restantes: