A história do La Gondola, que fecha neste domingo, tem as suas raízes na segunda guerra mundial. O primeiro restaurante italiano de Lisboa nasce pela mão de um casal fugido de uma guerra que se adivinhava perdida.

  • A história do La Gondola, que fecha neste domingo, tem as suas raízes na segunda guerra mundial. O primeiro restaurante italiano de Lisboa nasce pela mão de um casal fugido de uma guerra que se adivinhava perdida.

  • Há dois anos que este dia está para chegar: o emblemático espaço da Av. Berna despede-se da capital. Montepio, que é o dono do terreno, quer ali construir um edifício de escritórios. Há uma petição para tentar salvar o restaurante.

  • A Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) considera “amigável” a OPA lançada pela Associação Mutualista Montepio sobre os títulos do seu fundo de participação e que o preço oferecido “contempla de modo relevante os interesses” dos destinatários da oferta.

  • Empresário de 81 anos considera António Costa "um bom executante da política à portuguesa e um erro de casting como estadista e primeiro-ministro".

  • Falta de transparência no processo de decisão do banco e da mutualista continua a provocar fracturas internas. Críticas visam ainda o impacto da OPA na “depauperada reserva de liquidez” da associação

  • Na mira do Banco de Portugal estão práticas como incumprimento das determinações do supervisor e deficiências nos mecanismos de controlo interno.

  • Declarações enviadas ao fisco pelo BES e Montepio foram as únicas a registar problemas durante três anos. Dos 10.000 milhões, 7900 milhões foram transferências feitas a partir do banco liderado por Ricardo Salgado.