Administradora do Banco de Portugal espera entrada de um ou mais novos accionistas na caixa económica.

  • Administradora do Banco de Portugal espera entrada de um ou mais novos accionistas na caixa económica.

  • A Caixa Económica está a preparar uma operação de securitização de crédito malparado no valor de mil milhões de euros e do lado comprador deverá estar a Whitestar, da Arrow, gestora que contratou a ex-ministra das Finanças. Objectivo é repor liquidez.

  • Os lotes junto à Av. de Berna de que apenas resta uma “ilha” de nome Gôndola são um imenso filão do ponto de vista do imobiliário.

  • E se ainda subsistirem dúvidas a Santana Lopes, antes de decidir, poderá sempre interrogar-se se investia as suas poupanças pessoais e se tornava detentor de capital de um banco antes de arriscar as poupanças da Santa Casa.

  • O debate quinzenal desta quinta-feira arranca com um discurso sobre "política de educação" como "prioridade central" do Governo.

  • Ministro garante que a supervisão da Mutualista muda de mãos este ano. E que os reguladores dirão se o negócio é viável para a Santa Casa. “Há um grande consenso no sector social”, assegura.

  • Neste país já se fez muita asneira, mas arriscar o dinheiro dos pobres num banco à beira do abismo é um novo patamar de desfaçatez.

  • O supervisor está, neste momento, a analisar as contas da Caixa Económica Montepio Geral referentes ao primeiro trimestre do ano, o que pode culminar numa operação de reforço de capital. Santana Lopes esteve no regulador para discutir futuro do banco.

  • Negociação das unidades de participação do fundo da Caixa Económica Montepio Geral levou títulos para máximos de 14 meses na sessão desta terça-feira.

  • Vieira da Silva assumiu, perante os deputados, que algumas das alterações ao regime da Segurança Social poderão ser estendidas a outros regimes, em particular à função pública e aos desempregados de longa duração.