Mercado da televisão aberta não tem condições para novo "player", alerta Balsemão

O fundador do PSD e presidente do grupo Impresa, Francisco Pinto Balsemão, considerou esta quarta-feira que o mercado da televisão aberta em Portugal não tem condições para a entrada em cena de um novo “player” privado.

Tal cenário, diz, deve-se à queda do mercado publicitário nos últimos anos. No entanto, e comentando a intenção do novo Governo, Balsemão elogiou a aplicação do termo “momento oportuno” no programa do novo Executivo no que refere à privatização de um canal da RTP.

Balsemão falava aos jornalistas à margem da conferência “Back to the Future? A convergência entre Comunicações e Televisões”, organizada pela APDC e que decorre durante a tarde de hoje no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues