Emel começa a bloquear carros durante a noite

Operação começou na quinta-feira na zona de Carnide-Quinta da Luz. Equipa de bloqueadores e reboques funciona até às 23h mas horário pode estender-se.

Os carros podem ser bloqueados ou mesmo rebocados Joana Bourgard

A Empresa Pública Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (Emel) começou desde a noite de quinta-feira a estender a sua actividade de fiscalização, “com equipas de bloqueadores e reboques”, no período nocturno, que vai até às 23h30.

A operação arrancou na zona de Carnide-Quinta da Luz, junto ao Colombo, alargando-se faseadamente, até Setembro, ao Príncipe Real, Praça da Alegria, Chiado e São Paulo.

“Para garantir um melhor serviço à cidade, a Emel estenderá a sua actividade de fiscalização de bloqueadores e reboques ao período nocturno a partir do dia de hoje, 1 de Agosto, em algumas áreas de Lisboa”, lê-se numa nota enviada à Lusa. Numa fase inicial, a fiscalização nocturna vai incidir na zona de Carnide-Quinta da Luz.

A partir de 15 de Agosto será implementada no Príncipe Real e Praça da Alegria e a partir de 1 de Setembro vai ser alargada para as bolsas de residentes e lugares de estacionamento tarifados do Chiado e São Paulo.

Os agentes de fiscalização vão prolongar a sua missão até às 23h30, mas a empresa admite estender este período “se as necessidades da cidade o justificarem”.

A fiscalização nocturna vai incidir sobre os veículos que não apresentem o dístico de residente, nas áreas exclusivas a residentes, nos casos de ausência de pagamento nas áreas tarifadas ou outras infracções, indicou a Emel.

O PÚBLICO contactou a Emel para obter um balanço da primeira noite mas até agora ainda não foi possível recolher a informação.
 
 

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.