• “Centenas e centenas de escolas estão fechadas”, disse Ana Avoila.

  • Os números são do sindicato dos trabalhadores da função pública. Entre as reivindicações está a aplicação das 35 horas semanais para todos os funcionários.

  • A greve nacional da função pública convocada para amanhã pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) inicia-se às 00:00 e deverá afectar sobretudo escolas, serviços de saúde e cultura.

  • Expectativa de acordo com o Ministério da Saúde leva à desconvocação da greve de 31 de Maio.

  • O novo acordo imposto pelos credores internacionais determina uma subida nos impostos e novos cortes nos rendimentos.