• Comissão Europeia exige 2420 milhões de euros porque considera que há abuso de posição dominante quando o Google dá primazia à sua ferramenta de comparação de preços.

  • Anúncios serão mostrados com base noutra informação recolhida pelo Google.

  • O objectivo é reduzir os danos de fugas de informação de informação acidentais sobre o estado de saúde de algumas pessoas.

  • Depois de perceber que 75% das pessoas não olham para trás nos vídeos de 360 graus, o YouTube introduziu um novo formato.

  • A ideia é redireccionar quem clica nos anúncios para conteúdo "contra o ódio e a radicalização". Faz parte das novas medidas do Google para combater o extremismo nos seus vídeos.

  • Google.pt de luto pelas vítimas do incêndio em Pedrógão Grande, onde morreram 62 pessoas.

  • Versão portuguesa do popular motor de busca exibe cores nacionais neste sábado.

  • A nova dona é a japonesa Softbanks. A empresa está à venda desde 2016, porque as máquinas – capazes de subir paredes, correr como animais, e suportar enormes cargas – não estariam prontas para venda nos próximos cinco anos.

  • A primeira-ministra britânica fez um discurso em que apelou a um maior controlo da Internet como forma de combate ao terrorismo. Perguntas e respostas sobre o que podem os Estados fazer (e o que já está a ser feito).