• Agressão ocorreu nesta terça-feira, durante uma deslocação de campanha de Manuel Valls, que quer concorrer às Presidenciais francesas.

  • O ex-primeiro-ministro, com a difícil tarefa de defender um governo impopular, foi atacado pelos principais rivais e ouviu que “os franceses são mais generosos do que os seus dirigentes”.

  • A investigação judicial foi aberta após relatório entregue pelo Governo francês.

  • Manuel Valls, Arnaud Montebourg e Benoît Hamon são os favoritos. O ex-primeiro-ministro tem a difícil tarefa de defender uma governação impopular, o que põe em causa o seu estatuto de favorito.

  • Os próximos meses são cruciais para o futuro político da União Europeia. Para o influenciar, Moscovo deverá seguir uma estratégia semelhante à que foi aplicada nos EUA.

  • Portugal está consciente que só com um enquadramento europeu favorável poderá trilhar esse caminho com as questões económicas e orçamentais no topo das nossas prioridades.

Viva experiências, seja exclusivo, desafie os limites da
melhor informação

Saiba mais