• Migrantes em Calais têm quatro meses para pedir asilo, avisa o Presidente francês.

  • Papa desafiou aqueles que foram atingidos pelos “ataques do diabo” a responderem com “as obras de Deus que são o perdão, o amor e o respeito pelos outros, mesmo os que são diferentes”.

  • O alargamento do ensino de português às comunidades é uma aposta do Governo, que tem preparada a abertura de novos cursos em diversos países.

  • Castoriadis não viveu a tempo de assistir às últimas grandes crises do capitalismo, mas afirmava em 1996 que havia o perigo de o século XXI se tornar o século da verdadeira barbárie.

  • Perante a impopularidade dos socialistas, o vencedor da disputa no partido Os Republicanos tem grandes hipóteses de ser Presidente da República.

  • O programa abrange 11 cidades e faz uma viagem pela história esquecida do cinema francês. Abertura faz-se com Cézanne e Eu de Danièle Thompson, Anne Fontaine é a madrinha e Éric Cantona está entre os convidados

  • Infecção pulmonar obrigada a internamento de emergência.

  • Hoje, em muitos lugares do mundo, ser mulher muçulmana é muito difícil. Na Europa, cada vez mais. Cumpria-nos, nós que acreditamos na liberdade, não contribuirmos para esta condição.