A confiança está em máximos de 14 anos. É o espelho de um país que está a andar a duas velocidades

  • A confiança está em máximos de 14 anos. É o espelho de um país que está a andar a duas velocidades

  • Empresa prevê a criação de 600 postos de trabalho até 2020, devendo iniciar a produção dentro de um ano.

  • Os desempregados deste sector são os que, em média, ficam mais tempo inscritos nos centros de emprego. Os quase dois anos comparam com os 411 dias de inscrição para o total dos desempregados que procuram um novo emprego.

  • O corte nas horas de trabalho, uma das modalidades do layoff, está a subir em termos homólogos desde Março, embora haja menos empresas a recorrer a estes processos.

  • IEFP vai financiar acções de formação na área das Tecnologias de Informação e Comunicação para 1400 licenciados no desemprego. Participam 26 instituições do ensino superior.

  • Extinção dos centros Novas Oportunidades foi em 2013. E no ano passado abriram os novos centros de qualificação. Têm 71.677 inscritos. E 34.353 foram encaminhados para uma oferta formativa.

  • Desemprego estrutural vai permanecer elevado e qualidade dos empregos criados suscita preocupações.