Comércio

Minipreço sobe ligeiramente as vendas para os 917 milhões de euros

Empresa quer expandir número de lojas Nelson Garrido

A cadeia de retalho alimentar teve um crescimento modesto no mercado português, com uma subida de 0,2 por cento face aos valores de 2009

De acordo com os dados mundiais, divulgados hoje pelo Carrefour (ao qual pertence o Minipreço/Dia), a cadeia de lojas teve uma facturação de 917 milhões de euros (IVA incluído) no mercado nacional. E, nos últimos três meses do ano, os mais importantes para o sector devido ao Natal, teve uma subida de 3,2 por cento para 232 milhões de euros. Neste momento, esta é a única operação que o grupo francês detém no território nacional, depois de a Carrefour ter vendido os hipermercados ao grupo Sonae.

Em Abril de 2010 o jornal francês Le Figaro noticiou que o grupo estaria disponível para vender as lojas Minipreço em Portugal, mas nada aconteceu desde então. E, numa entrevista recente ao jornal Expresso, o administrador-delegado, Tiago da Câmara Pestana, afirmou que tudo foi “apenas mais um rumor”. Hoje tem 534 lojas, sendo que cerca de um terço funcionam em regime de franchising. Segundo o Expresso, a estratégia passa por chegar às 600 unidades até 2016.

Em termos globais, as vendas do grupo Carrefour, um dos maiores a nível mundial, atingiram os 101 mil milhões de euros, contra os 95,5 mil milhões de 2009.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.