Indicadores

Confiança dos empresários alemães em alta

Clima de optimismo entre os executivos alemães Luís Efigénio/Público

A crise da dívida na Europa não abala o clima de confiança das empresas na Alemanha.

A confiança dos empresários alemães atingiu, em Fevereiro, o valor mais alto dos últimos sete meses. Apesar da crise da dívida soberana que assola a Europa, o indicador aumentou de 108.3 pontos em Janeiro, para 109.6 em Fevereiro.

Os dados do Instituto Ifo, do Centro de Estudos Económicos, sedeado em Munique, são obtidos com base em inquéritos feitos a sete mil executivos. Em Fevereiro, o clima de confiança atingiu o valor mais alto desde Julho, acima das expectativas dos economistas consultados pela Bloomberg que previam um aumento para 108.8 pontos. Em Itália, indicadores semelhantes mostram também um aumento na confiança dos gestores.

A economia alemã, a maior na Europa, tem conseguido resistir melhor ao embate da crise, muito graças ao aumento da procura externa ajuda. O governo de Angela Merkel prevê um crescimento de 0,7 por cento em 2012, que deverá duplicar praticamente no ano seguinte, atingindo os 1,6 por cento.

Notícia actualizada às 10h17: acrescenta dados sobre previsões de crescimento

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues