Autoeuropa aumenta salários e compensa trabalhadores pela conjuntura nacional

Trabalhadores da fábrica de Palmela têm dois aumentos salariais em 2013 e recebem ainda um apoio social como compensação pela conjuntura económica do país.

Empresa compromete-se com a dinamização de actividades desportivas e culturais Daniel Rocha

Administração e Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa aprovaram na quarta-feira um acordo laboral para 2013 e 2014, no qual estão inscritos dois aumentos salariais e o pagamento de um bónus para compensar os trabalhadores da fábrica de Palmela pelo contexto de fraco poder de compra no país.

“O acordo prevê dois aumentos salariais sucessivos de 1,6%, com efeitos a 1 de Março de 2013 e 1 de Outubro de 2013. Também foi acordado o pagamento, até ao final do próximo mês de Junho, de um prémio único de apoio social aos colaboradores, a título compensatório da perda de poder de compra determinada pela conjuntura económica e financeira do país em 2013”, lê-se no comunicado enviado na quarta-feira pela empresa.

Além disso, a empresa compromete-se a não fazer nenhum processo de despedimento colectivo até 31 de Dezembro de 2014. Mas, ressalva, “caso se verifiquem alterações significativas na situação da empresa ou do contexto envolvente, a Administração e a Comissão de Trabalhadores acordaram em analisar a situação com o objectivo de encontrar a melhor solução para o futuro”.

O acordo laboral para 2013 e 2014 estende-se ainda ao compromisso da empresa com os seus trabalhadores em “dinamizar actividades desportivas e culturais”, apoiar na integração de trabalhadores ausentes e trabalhadores-estudantes e em apoiar, com condições especiais, o trabalho das colaboradoras grávidas.

Contactado pelo PÚBLICO, o coordenador da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, António Chora, avança que já existira uma actualização de salários em Outubro de 2012. O aumento foi igualmente de 1,36%, fazendo referência à inflação de 2011.

Sobre o prémio para o consumo, António Chora explica que este será entregue antes de Junho caso se verifiquem novos investimentos na Autoeuropa. Na eventualidade de não haver investimentos até a essa data, o prémio será entregue em Junho.

Notícia actualizada às 15h27

Acrescentadas declarações de António Chora.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.

Nos Blogues