E se os árbitros transportassem uma câmara de filmar durante os jogos?

A ideia, no que diz respeito ao futebol, parece absurda, mas no râguebi já é uma realidade.

Ao contrário do futebol, um desporto em que os responsáveis pelos dois principais organismos (FIFA e UEFA) se regem por normas demasiado conservadoras, o râguebi tem marcado a diferença por não recear seguir por caminhos inovadores. Prova disso é experiência feita na Austrália e que pode ter mudado para sempre a forma como os adeptos, em casa, através da televisão, vêem o desporto.

Durante um jogo do Super Rugby, uma competição de clubes em que participam cinco clubes da Nova Zelândia e outros tantos da Austrália e África do Sul, o canal de televisão FOX Sports estreou a “Ref-CAM”.

Durante a transmissão em directo do jogo entre os Queensland Reds e os Waratahs, o árbitro neozelandês Chris Pollock transportou uma mini-câmara de filmar na cabeça, possibilitando que os telespectadores assistissem ao que se passava no relvado através da perspectiva do árbitro.

A iniciativa da FOX Sports mereceu elogios por parte dos adeptos, mas também da Federação Australiana de Râguebi (ARU). “Estamos maravilhados por a FOX Sports ter-se mostrado proactiva na procura de expandir e aprofundar a forma como os adeptos vêem o jogo. Este é um excitante passo em frente para o desporto em geral e a ARU tem orgulho em apoiar a FOX Sports nesta inovadora iniciativa”, afirmou Bill Pulver, CEO da ARU.
 
 

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.