Benfica revoltado com processo disciplinar aberto pela UEFA

Enzo Pérez em risco para jogo contra Juventus.

A Juventus fez uma queixa contra o benfiquista Enzo Pérez, por agressão a Chiellini, e a UEFA abriu um processo disciplinar ao médio argentino, dando apenas 24 horas ao Benfica para responder. O caso está a causar revolta na Luz, noticiam os jornais A Bola e Record.

“O Benfica gostava de saber se a UEFA tem interesse na verdade desportiva ou mais interesse em que a Juventus chegue à final de Turim”, disse a A Bola João Gabriel, director de comunicação do Benfica.

Em causa está um lance ocorrido aos 35 minutos na primeira mão da meia-final da Liga Europa (2-1 para o Benfica), em que Chiellini empurrou Enzo Pérez na área benfiquista, sendo de seguida atingido pelo braço do jogador argentino.

O Benfica só foi informado da abertura do processo disciplinar na segunda-feira à tarde, tendo até às 21h desta terça-feira para apresentar a sua defesa. A reunião do Comité Disciplinar da UEFA, segundo A Bola e Record, foi antecipada de dia 15 de Maio para a próxima quarta-feira, véspera da segunda mão da meia-final da Liga Europa.

Questionado pelo PÚBLICO, a UEFA disse que "recebeu queixas dos dois clubes sobre um alegado incidente entre os jogadores Giorgio Chiellini (Juventus) e Enzo Pérez (Benfica) na meia-final da Liga Europa, na semana passada, em Lisboa". "Baseado no artigo 48 do regulamento disciplinar da UEFA, a administração da UEFA abriu um inquérito e o Comité de Disciplina e Controlo vai avaliá-lo amanhã, 30 de Abril".

À Lusa a UEFA acrescentou que o Comité de Controlo e Disciplina reúne-se sempre que há uma queixa de um clube, como acontece no caso da participação da Juventus contra o benfiquista Enzo Perez. "Quando há uma queixa, ela é analisada pelo Departamento Disciplinar da UEFA, que, se encontrar motivo, agenda, em tempo útil, uma reunião do Comité de Controlo e Disciplina para tratar o assunto", explicou um porta-voz oficial da UEFA.

De acordo com a mesma fonte, a marcação da reunião, para quarta-feira, "não significa que vá haver castigo" e "nada tem a ver" com a reunião ordinária de 15 de Maio, não se tratando, por isso, de qualquer antecipação. "Marcámos a reunião para decidir o caso antes do jogo", explicou a UEFA, acrescentando que, na mesma reunião, também "vai ser analisada uma queixa do Benfica contra Chiellini", referente ao mesmo lance do jogo da primeira mão das meias-finais.

A UEFA fez ainda questão de reiterar a "imparcialidade e isenção" nas suas competições: "Obviamente que não queremos que a, b ou c chegue à final e desmentimos qualquer tipo de influência". O porta-voz oficial do organismo disse ainda que a UEFA encarou com "surpresa e desilusão" as notícias publicadas em Portugal sobre o assunto.

A defesa do Benfica vai alegar que Enzo Pérez sofreu falta antes de atingir Chiellini e que o toque no italiano foi involuntário.

O porta-voz do Benfica questiona ainda o comportamento “anti-desportivo” da Juventus.

Na resposta à UEFA, o clube da Luz apresentou duas queixas, uma contra Chiellini pelo lance com Enzo Pérez e outra contra Cáreces, que derrubou o argentino num lance dentro da área, em que o árbitro não assinalou penálti.

O Benfica joga na quinta-feira em Turim, defendendo a vantagem de 2-1 conseguida na primeira mão.

Notícia actualizada às 10h59 e 15h33, com explicação da UEFA

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.