Com o documentário Tig, que conta a vida da humorista norte-americana Tig Notaro, ri-se, chora-se e volta-se a rir. Pode a comédia transformar a tragédia em humor? Pode. Tig é a prova.

  • Com o documentário Tig, que conta a vida da humorista norte-americana Tig Notaro, ri-se, chora-se e volta-se a rir. Pode a comédia transformar a tragédia em humor? Pode. Tig é a prova.

  • Cientistas do Instituto de Biologia Molecular e Celular do Porto participam em investigação internacional que está a identificar as marcas genéticas ligadas ao aparecimento de um dos tipos de cancro mais letais. O modelo animal é o peixe-zebra.

  • A cientista Maria de Sousa e o patologista Manuel Sobrinho Simões fazem perguntas, questionam o modo como se faz ciência, dialogam sobre uma doença que é parte de nós, nos invade e muitas vezes nos mata. É uma entrevista dura.

  • As terapias que utilizam o sistema imunitário do próprio doente para combater as células cancerosas começam a chegar aos hospitais. Além do tipo de cancro da pele mais mortal, o do pulmão está na linha da frente de combate pela imunoterapia.

  • No ano passado, o SNS pagou 153 mil colonoscopias em estabelecimentos com convenção com o Estado, o que representa mais 35 mil exames do que em 2013. Ainda assim são vários os relatos de dificuldade no acesso aos exames.

  • O sonho humanitário de Mandela está a tentar angariar o dinheiro para obras de melhoramento das instalações do Instituto Português de Oncologia (IPO) orçamentadas em 130 mil euros.

  • Mandaria o pudor e o bom-senso não arriscar uma interpretação cínica, malvada e asquerosa de um gesto que pode ser apenas profundamente meritório e digno.