O Bloco insiste que “a recapitalização de 2012 foi insuficiente” e que o anterior Governo sabia, “pelo menos desde final de 2014, que a Caixa estava necessitada de mais capital, mas ignorou essa necessidade, agravando os problemas do banco público”.

  • O Bloco insiste que “a recapitalização de 2012 foi insuficiente” e que o anterior Governo sabia, “pelo menos desde final de 2014, que a Caixa estava necessitada de mais capital, mas ignorou essa necessidade, agravando os problemas do banco público”.

  • Os milhões de Euros que todos os anos estarão a ser subtraídos à nossa comunidade convocam um combate sem tréguas à designada criminalidade de colarinho branco.

  • Acordo com os privados ficou concluído em Abril de 2015 mas só foi implementado pelo actual Governo. Secretário de Estado de Passos afirma que “há explicações a dar” sobre este hiato e defende a nacionalização do sistema.

  • Processo judicial colocado em 2013 pelo banco BiG coloca PLMJ, que defendeu o banco liderado por Teixeira dos Santos, na mira dos dois litigantes.

  • A fraude cometida no BPN, “a maior burla da história portuguesa”, nas palavras do presidente do coletivo de juízes, comunga, pois, dos traços principais dos grandes escândalos financeiros em que as duas últimas décadas foram férteis.

  • A dona do Hospital da Luz, que resistiu à queda do Grupo Espírito Santo, compra a unidade de saúde que sobreviveu ao colapso do Banco Português de Negócios.

  • Há “trapaças” (o mesmo que “burlas”) que exigem engenho e arte, pelo que só se conseguem em grupo e em teia.

  • Sentença condena ex-banqueiro e três outros gestores a penas efectivas de prisão, mas há recurso para o Tribunal da Relação de Lisboa. Oito arguidos ficam com penas suspensas e têm de efectuar pagamentos em dinheiro, e outros três foram ilibados.