• Contas somam valores injectados na banca desde o início da crise financeira internacional. Impacto do BPN já soma 3200 milhões.

  • É inconcebível que António Domingues não apresente ao Tribunal Constitucional a declaração de rendimentos que a lei exige aos titulares de cargos públicos de relevo.

  • Neto de Miró comovido com "resposta popular" que levou este domingo milhares de pessoas à exposição em Serralves.

  • A casa de Albufeira do ex-Presidente da República foi reavaliada pelas Finanças no ano passado. O valor patrimonial quase duplicou face ao que constava da caderneta predial em 2009. Os dados fornecidos por Cavaco não eram verdadeiros.

  • Enfim expostas em Serralves, as 85 obras de Miró ainda não estão livres das polémicas que as rodearam.

  • Relatório do Tribunal de Contas revela que a factura do BPN em 2015 foi de 591 milhões, elevando o custo para 3237 milhões. Ao juntar os 2591 milhões perdidos com o Banif, a conta dispara.

O Público faz anos e o presente é para si! Saiba mais