Empresário ligado à Labicer era suspeito de alimentar a estratégia de controlo accionista definida por Oliveira e Costa, mas Ministério Público não conseguiu reunir provas