Até agora, acreditava-se que apenas humanos e grandes símios eram capazes de planear o futuro. Um artigo publicado na revista Science vem trazer novidades — os corvos conseguem fazer planos como crianças de quatro anos.

  • Até agora, acreditava-se que apenas humanos e grandes símios eram capazes de planear o futuro. Um artigo publicado na revista Science vem trazer novidades — os corvos conseguem fazer planos como crianças de quatro anos.

  • Ainda não estão na faculdade, mas já se interessam pela investigação. Alunos da Universidade Júnior vestiram a bata e foram para a Liga Portuguesa Contra o Cancro aprender mais sobre a doença.

  • A bactéria descoberta pertence a uma nova espécie que vive no interior de uma planta comum na ria de Aveiro. O nome científico que lhe foi atribuído, Saccharospirillum correiae, é uma homenagem ao microbiólogo António Correia, que morreu em 2016.

  • Há 25 anos, José Mendes Ferrão, engenheiro agrónomo agora de 89 anos, publicou um livro sobre a aventura das plantas nos Descobrimentos. É esta obra que inspira uma exposição onde se pode ver desde a mandioca até à bananeira.

  • Galeria da Biodiversidade é inaugurada esta sexta-feira no Porto. É na Casa Andresen do Jardim Botânico e é o primeiro pólo do Museu de História Natural e Ciência da Universidade do Porto. Abre ao público no sábado. É obrigatório visitar.

  • Uma equipa de investigação da Universidade de Stanford criou um microscópio com uma dose de responsabilidade social à mistura.

  • Os critérios de correcção e as pontuações de cada resposta foram divulgados pelo Instituto de Avaliação Educativa.

  • O PÚBLICO falou com alguns alunos da Escola Secundária António Damásio, em Lisboa, que realizaram nesta segunda-feira o exame de Biologia e Geologia.A nível nacional a prova foi realizada por 46.404 alunos.

  • Quem olhe para ele nem diz que é um canário, afinal é castanho-escuro e do tamanho de um estorninho. O nome deste canário gigante é bico-grossudo-de-são-tomé e está ameaçado de extinção.