Artigos deste autor

  • Amanhã vou trepar pelas paredes por causa do que esqueci. Muito obrigada a quem fez este jornal.

  • Todo um conjunto de criadores e pensadores simplesmente lançados ao mar por Salazar, o que não o impede de ainda ser um “patriota” na imaginação de alguns em 2017.

  • E que tal a FCSH ser anfitriã de um grande debate público sobre Portugal e o império?

  • A gente não brinca e festeja porque a vida é mole; a turma faz isso porque a vida é dura, anota o historiador Luíz António Simas.

  • Aquilo que os brancos há séculos se habituaram a guardar em arquivos, antes de papel, hoje digitais, os ameríndios guardam na memória. Por isso Kopenawa diz que os brancos têm “a cabeça cheia de esquecimento”.