A guerra na Síria

Todos os tópicos

Latakia, a província onde a Rússia, aliada do regime, tem uma base naval e várias bases aéreas, nunca tinha vivido tanta violência. Atentados são vitória simbólica para os jihadistas que têm perdido terreno.

  • Latakia, a província onde a Rússia, aliada do regime, tem uma base naval e várias bases aéreas, nunca tinha vivido tanta violência. Atentados são vitória simbólica para os jihadistas que têm perdido terreno.

  • Poucos acreditam numa transição política para a Síria antes de Agosto. Diplomatas europeus e árabes dizem-se relegados para segundo plano.

  • Chefe militar Mustafa Badreddine foi dado como morto nesta sexta-feira na Síria. Hezbollah tem apoiado o Governo de Bashar al-Assad contra grupos como o Estado Islâmico e a Frente al-Nusra.

  • “Nunca percam a esperança de um dia voltar ao vosso país”, pediu o secretário-geral das Nações Unidas no final de um encontro em Lisboa com dezenas de universitários sírios a estudar em Portugal.

  • Relatório da Human Rights Watch volta a mostrar abusos cometidos pelas forças fronteiriças turcas.

  • Em Abril, morreram mais de 3100 pessoas em combates, segundo rede de observadores. Governo sírio e oposição devem regressar às negociações de Genebra, afirmam mediadores internacionais.

  • Governo de Moscovo anunciou que as tréguas se prolongam até ao final de sábado.