A guerra na Síria

Todos os tópicos

Jornalistas na Turquia, Canadá e Síria contam que a família do pequeno Aylan viu recusado um pedido de asilo em Junho. Só o pai sobreviveu

  • Jornalistas na Turquia, Canadá e Síria contam que a família do pequeno Aylan viu recusado um pedido de asilo em Junho. Só o pai sobreviveu

  • Director do Serviço Jesuíta aos Refugiados alerta que “rapidamente estaremos no Inverno. Era importante que não se demorasse muito tempo, porque as pessoas estão em situação muito precária".

  • Só uma metódica operação de combate ao EI poderá reduzir-lhe a influência até ao total apagamento.

  • A Grécia foi a porta de entrada da maioria dos refugiados, diz a Organização Internacional das Migrações.

  • Imagens de satélite mostram que quase nada restou do Templo de Bel após explosão levada a cabo pelos jihadistas.A cidade conta uma história antiga de tolerância e multiculturalidade, valores que o auto-intitulado Estado Islâmico quer destruir.

  • Activistas e habitantes anunciaram que parte do Templo de Bel foi destruído pelo Estado Islâmico. Autoridade do património confirma explosão, mas diz que a estrutura principal do edifício está intacta.

  • A Polónia não pode receber refugiados sírios porque pode ter de absorver "centenas de milhares" de ucranianos se o conflito no Leste se reacender, disse o Presidente Andrzej Duda ao diário alemão Bild.

  • A revolta do lixo em Beirute pode transformar-se na Primavera Árabe do Líbano. Mas sem Presidente, Parlamento e um primeiro-ministro que se ameaça demitir, tudo é incerto.

  • Segui viagem mas Palmira já era minha. No fim, de volta ao princípio e a Damasco, acho que já sabia sem saber que depois da Síria seria difícil ficar sem respirar perante ruínas no deserto, mesquitas ou mercados.

  • O autodesignado Estado Islâmico terá feito explodir um dos principais edifícios de Palmira. Esta cidade antiga da Síria é um “cenário perfeito” para a sua máquina de propaganda.