• A maior rede social do mundo foi acusada de escolher e filtrar conteúdos ligados à ala conservadora da política norte-americana. A empresa negou as acusações.

  • Livro conta a história recente do país democrático através do seu jornalismo anónimo, o das agências noticiosas — desde a ANOP e NP até à Lusa. É um relato sobre jornalistas, governantes, “profecias sombrias”. E de uma operação tão confusa quanto os tempos do pós-revolução.

  • O debate sobre o AO90 nunca foi aberto, por isso é um erro mencionar-se uma reabertura. Aquilo que houve foi uma imposição.

  • Que tenha sido o próprio Sócrates a dinamitar a tese de Fernanda Câncio, eis o que não deixa de ser uma cruel ironia.

  • Ex-líder do CDS vai passar a comentar a actualidade semanalmente no Jornal das 8. Dia da semana e data de estreia não foram revelados.

  • A jornalista, ex-namorada de José Sócrates, escolheu expor-se no caso que a opõe há mais de um ano a alguns jornais. Um longo e detalhado esclarecimento é publicado esta quarta-feira numa edição antecipada da revista Visão.

  • Típico raciocínio socialista: isto não se admite num canal controlado pelo Estado.