A confiança dos europeus nos meios de comunicação social tem vindo a diminuir desde 2011. A avaliação da imprensa é negativa, mas não tanto como a falta de confiança na Internet e nas redes sociais.