Tribunal Constitucional obrigou o Governo a encolher medidas apresentadas como provisórias em 1000 milhões de euros, mas ainda se mantém uma parte significativa desta estratégia para angariar receitas.